Download http://bigtheme.net/joomla Free Templates Joomla! 3
Início / Irlanda / Mochilão vegano na Irlanda: Game of Thrones e Calçada dos gigantes

Mochilão vegano na Irlanda: Game of Thrones e Calçada dos gigantes

Nós somos grandes fãs de “Game of Thrones” e quando surgiu à oportunidade de ir a Belfast, capital da Irlanda do Norte, para fazer um tour por várias paisagens, em que foram gravadas cenas da série, nós não pensamos duas vezes. Além disso, a Irlanda do Norte é terra de um dos mais belos patrimônios naturais da UNESCO, a Calçada dos gigantes e, claro, que a gente não poderia perder a oportunidade. Mas, dá para se virar vegan lá?

dia1

Para conhecer bem a cidade de Belfast e arredores, nós resolvemos ficar 3 dias. A gente procurou de antemão por opções veganas de restaurante ou lojas naturais, mas não achamos nenhuma opção. Quando chegamos lá, nós constatamos que Belfast é uma das cidades mais difíceis para ser vegano, mas foi possível se virar fazendo sanduíches com ingredientes de supermercado: compramos homus, saladas pré-lavadas, azeitonas, tomate seco, pão, frutas, barrinhas e só foi isso mesmo que achamos.

Vivendo de lanches, nosso primeiro dia foi gasto conhecendo a cidade. Chegamos de tarde.

Conhecemos o “City Hall”, uma construção bem antiga, que fica bem no meio de uma praça.
img_irlanda_3img_irlanda_4

E demos uma volta pelo centro.

img_irlanda_1img_irlanda_2img_irlanda_cidade_1img_irlanda_5

Compramos toda a comida para o tour do Game of Thrones no dia seguinte e nos recolhemos.

dia2

Agora é que a aventura vai começar! Providos de lanches gigantes de azeitona e homus, frutas e barrinhas, fomos conhecer paisagens maravilhosas da Irlanda do Norte. Compramos um tour de ônibus com antecedência pelo Groupon. Pegamos o ônibus e começamos a viagem.img_irlanda_got

A primeira parada foi em uma paisagem tipicamente irlandesa. Estava enevoado e pudemos ver algumas colinas esverdeadas, onde Ned Stark decapitou um Night’s watch, logo na primeira temporada.img_irlanda_got_1

Podemos ver somente de longe o famoso “Castle Black” um dos cenários principais da série, porém o lugar é muito guardado e os carros não podem nem parar ou ficar perto. Confira o local real com a filmagem da série abaixo.img_irlanda_got_castle img_irlanda_got_castle_orig

Depois, fomos seguindo pela costa e vimos alguns castelos e ovelhas pastando (mas não ficamos tão felizes assim, por razões óbvias).

img_irlanda_got_3img_irlanda_got_casteloimg_irlanda_got_4Seguindo, paramos para almoçar em um pub, do lado de uma praia gelada, mas antes nós fomos a uma caverna, localizada na praia, onde gravaram a cena em que Red Woman dá a luz a uma sombra (na verdade, é meio diferente da série e tem uma grade, que separa a praia de um convento).
img_irlanda_got_5img_irlanda_got_7
Enquanto todo mundo foi ao pub, nós fomos almoçar nossos lanches sem crueldade na praia gelada. Casinhas irlandesas brancas típicas apareciam na paisagem. Ventava bastante e tinha até um riozinho que caía no mar.img_irlanda_got_6img_irlanda_got_9img_irlanda_got_8Depois que todo mundo almoçou, seguimos adiante e chegamos em um dos lugares mais espetaculares que já vimos: a ponte Carrick-a-Rede, uma antiga ponte em que pescadores de séculos atrás usavam para cruzar para uma pequena ilhota. A paisagem era surreal e cristalina.

img_irlanda_got_rede1 img_irlanda_got_rede img_irlanda_got_rede2 img_irlanda_got_rede4 img_irlanda_got_rede3E conhecemos também Ballintoy Harbour na qual foi filmada a cena com Ser Davos e Theon com sua irmã.img_belfast_6img_belfast_5

Por fim, voltamos para o ônibus e chegamos à majestosa Calçada dos Gigantes, capa do famoso álbum “Houses of the holy”, do Led Zeppelin. Resquício de Atlântida ou somente rochas basálticas? Deixe a imaginação tomar conta!

img_belfast_1 img_belfast_2img_belfast_3img_belfast_4

Já estava quase acabando, mas ainda deu tempo de passar na famosa Dark Hedge, uma das ruas mais fotografadas da Irlanda. Lá, também foi gravada uma cena de Game of Thrones.img_belfast_7

Quando o tour acabou, só deu tempo mesmo de ir para o hostel descansar!img_belfast_8

dia3

Este era nosso último dia e tínhamos que pegar o avião (de volta para a Inglaterra) às 17.00. Como dava tempo, a gente fez o check-out e fomos conhecer o “Botanic gardens” de Belfast, que ficava bem perto. É bem bonito, em especial na primavera, mas não difere muito de um parque inglês típico.img_belfast_11 img_belfast_10 img_belfast_9

De volta ao centro da cidade, a gente foi dar uma olhada no The big fish, uma famosa escultura de Belfast e também passamos no famoso “Liquor The Crown Saloon” onde muitos dos atores da série Game of Thrones já estiveram tomando uma cerveja típica irlandesa.
img_belfast_12img_belfast_19

A gente queria ver os muros, que separam a Irlanda do Norte da Irlanda do Sul. Eles se chamam “Peace walls”, mas, ao contrário do muro de Berlim, eles ainda existem e as pessoas não podem cruzar de um lado para outro de noite e tem controle e tudo. As richas ainda existem por lá e a Irlanda do Norte deixa bem claro que tem orgulho de ser propriedade inglesa, com suas bandeirinhas espalhadas.

Para conseguir ver os muros e saber das curiosidades políticas da cidade, nós pagamos um tour de ônibus. Os muros são repletos de grafites políticos, todos representando a luta pela independência da Irlanda. Além disso, o ônibus passou pelo lugar onde o Titanic saiu. Lá tem um museu, mas não deu tempo da gente ir ver.

img_belfast_16 img_belfast_15 img_belfast_14 img_belfast_13

Quando terminou, a gente foi conhecer a catedral que possui a maior cruz celta do mundo, a St. Anne’s Cathedral.

img_belfast_17

Este foi realmente um mochilão bem curto e cansativo, mas que valeu muito a pena. Aqui vão algumas dicas finais, caso você queira ir também!

1 – vá preparado para comprar comida no supermercado e viver cálidos dias de sanduíche uma dica é comprar homus, patês vegetais, wraps, pães. azeitonas, saladas, pestos e checar os ingredientes para ter certeza que o lanche é sem nada de origem animal. Belfast é bem difícil para encontrar qualquer coisa sem derivado animal, mas achamos leite vegetal de amêndoa.

2 – Se já conhece a Inglaterra, Belfast vai ser meio sem graça. Assim, se quiser ir, alugue um carro e vá conhecer a costa da Irlanda do Norte, que é linda, ou pague um tour de ônibus, se quiser economizar (mas é bem apressado).

3 – Não esqueça de passar em lojas de souvenirs de lá! Todas tocam fiddle (música típica irlandesa clique aqui para ouvir) no fundo e tem muita coisa celta (se você gosta disso).